O jogador Leandro Castan, capitão do time do Vasco, publicou um texto nas redes sociais citando trecho bíblico sobre arco-íris neste domingo (26) e foi acusado de homofobia por seguidores.

A publicação se deu no dia em que o time lança uma camisa em homenagem ao “orgulho” LGBT e publicou também um manifesto contra a homofobia e transfobia no esporte brasileiro.

Castan postou a passagem bíblica onde cita arco-íris, que é a aliança de Deus com os homens que apareceu após o dilúvio, quando a família de Noé saiu da arca.

“Mas vocês sejam férteis e multipliquem-se; espalhem-se pela terra e proliferem nela (…) Quando eu trouxer nuvens sobre a terra e nelas aparecer o arco-íris, então me lembrarei da minha aliança com vocês”, diz parte da transcrição na publicação, que se refere a Gênesis 9:16.

A publicação no Instagram gerou revolta de alguns militantes, que acusaram o jogador de ser homofóbico.

“Vá embora do Vasco. Um capitão precisa representar os valores do time o qual lidera. Você envergonha a Cruz de Malta”, escreveu uma internauta.

“Era mais fácil você ir direto ao ponto do que esfregar esse textinho bíblico na cara da comunidade LGBTQIA+. Achava que você tivesse mais hombridade”,

publicou outra.

Fonte: GospelPrime

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.