É impossível retratá-Lo em uma peça teatral ou filme por melhor que seja a intenção.

“Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.” (Filipenses 2:5-11).

Conforme o texto acima, Jesus Cristo não é um pobre homem pendurado em uma cruz e também não é um indefeso menino deitado em uma manjedoura, muito menos um mero símbolo religioso. É impossível retratá-Lo em uma peça teatral ou filme por melhor que seja a intenção do autor/diretor.

Jesus Cristo é o Todo Poderoso Filho de Deus, está sentado ao lado direito de Deus Pai e conforme a Palavra de Deus é o nosso único intercessor, senão veja:

“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus.” (1 Timóteo 2:5)

Lembre-se Jesus Cristo morreu para que pudéssemos viver, e ao terceiro dia ressuscitou para que pudéssemos, nEle, ter a vida eterna. Ainda dá tempo de honrá-lo e permitir que Ele seja realmente quem Ele é em sua vida.

Pense nisso!!!

Deus te abençoe e a todos na sua família com uma semana maravilhosa na presença dEle.

Um abraço do amigo,

Frank Medina

Fonte: Guiame

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.