Primeira Igreja Batista em Aracruz foi criticada após colocar outdoor.

Uma igreja evangélica da cidade de Aracruz, no Espírito Santo, irritou ativistas LGBT por usar outdoor na fachada do templo em que mostra a Bíblia Sagrada como proteção para proteger família, simbolizando os valores cristãos.

A ação foi realizada pela Primeira Igreja Batista em Aracruz (Pibara), que passou a ser atacada nas redes sociais, assim como em portais de viés esquerdista, por conta da iniciativa.

Na ação em questão, a Pibara defende que “a Bíblia é a única proteção contra o ativismo LGBTQIA+”, em uma iniciativa que foi rotulada como “homofóbica”.

O pastor Luciano Estevam Gomes, que dirige a Pibara, disse em entrevista que a posição tem como objetivo encorajar outras igrejas. “Não podem ficar caladas”, encorajou.

“A Igreja precisa denunciar o pecado. Não adianta cair nessa ladainha de que ‘a igreja precisa pregar sobre o amor’. O amor do Senhor é um amor transformador. Ele não é um amor que se acomoda”, argumentou o pastor.

Além disso, o pastor destacou que a igreja deve estar preparada para as perseguições e saber lidar com os ataques. “A gente entende que devemos levar isso sem muito alarde, em oração, sabendo que precisamos dizer sim que a Bíblia é a única contra esse ativismo.”, acrescentou

Fonte: GospelPrime

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.