Notícias Gerais

Ele foi uma drag queen por 20 anos, até que encontrou Jesus: “Fui liberto”

0

Um dos moradores de Dallas que se opôs ao projeto da Biblioteca Filial Grauwyler Park que promove leitura para crianças com histórias contadas por drags queens é o norte-americano Kevin Whitt, ex-drag queen.

Ele organizou um protesto em julho do lado de fora da Biblioteca e, através do site da organização MassResistance, ele contou seu testemunho de vida e como deixou a vida de drag queen.

“Eu era uma prostituta transexual e drag queen há 20 anos”, disse Whitt. “Eu costumava atuar em todos os locais drags em Dallas. Eu costumava hospedar meus próprios shows por 20 anos. E então… cinco anos e meio atrás, eu encontrei Jesus e fui liberto”, relatou.

Whitt declarou que ele não buscava mudança de vida quando encontrou Deus. “Eu não estava procurando por uma mudança (…) Eu pensei que amava estar nesse estilo de vida. Mas Deus apenas capturou meu coração e eu entreguei minha vida a Deus. E eu fui liberto e cheguei a Jesus. E desde então, minha vida tem sido melhor do que nunca. Estou muito mais feliz do que nunca”, testemunhou.

O homem disse também que vivia deprimido e alcoolizado, dormindo com todos os tipos de homens diferentes. “Eu dormi com provavelmente cinco caras por dia. Eu era muito pervertida sexualmente”, confessou.

No vídeo, ele declara ainda que quando criança foi molestado e, mais tarde, foi diagnosticado com disforia de gênero. O terapeuta disse que ele “deveria ser apenas uma mulher”. A história de Kevin Whitt será retratada em uma autobiografia que será lançada em breve com o título de “God Saved the Queen: A Drag Queen’s Journey from the Stage to the Pulpit”.

Fonte: Gospel Prime

“Preparem as celas”, diz Feliciano após decisão do STF que pode levar pastores à prisão

Previous article

Expo Cristã acontece em outubro com entrada gratuita

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *