MissõesMundo

Presidiárias se inspiram em “Quarto de Guerra” e fazem oração nas celas

0

Detenta é batizada como resultado da ação da Primeira Igreja Batista em Rusk, no Texas. (Foto: Reprodução/Baptist Press)

As terças-feiras são dentro das prisões para os membros da Primeira Igreja Batista em Rusk, no Texas, que se reúnem semanalmente com os detentos para estudos bíblicos e orações.

Um dos trabalhos é feito com as mulheres do presídio do Condado de Cherokee. O estudo bíblico é feito em uma sala privada limitada a seis detentas, de acordo com os regulamentos da prisão. No entanto, as frequentes reuniões têm dado frutos.

De acordo com uma das voluntárias do grupo “Liberdade com Cristo”, Sue*, algumas presas disseram que se inspiraram no filme “Quarto de Guerra” e separaram um canto de sua cela para a oração. As paredes são enfeitadas com versículos bíblicos, assim como foi feito no longa.

“Elas vêm com uma fome pela Palavra de Deus que é muito única e humilde”, disse Pearle sobre as detentas, das quais duas se preparavam para o batismo.

O batismo foi realizado em outra parte da prisão, onde uma calha de água foi usada como batistério pelo pastor Brian Givens. Uma das presidiárias, Kathy, foi batizada e se levantou das águas em lágrimas.

A distribuição de Bíblias é outra ação feita pela igreja desde 2016, depois que um detento enviou uma carta ao ministério solicitando um exemplar da Bíblia. Até o momento, a Igreja Batista distribuiu mais de 6 mil Bíblias.

“Passamos inúmeras horas juntos lendo e estudando a Palavra de Deus, orando e compartilhando nossa fé”, disse um dos presidiários que hoje prega para outros presos. “Ele tem permissão para pregar para nos lugares mais sombrios, aos presos de segurança máxima”, disse Sue.

Mensagem espalhada

Em cada Bíblia estão incluídas cartas escritas à mão pela igreja, juntamente com orações, informações sobre o plano de salvação, batismo, discipulado, leitura da Bíblia, guias de oração, devocionais e listas de abrigos e igrejas.

Cerca de 100 cartas de presos expressando agradecimento ou solicitando novas Bíblias chegam a cada semana. O trabalho tem um custo de US$ 5 mil por mês (equivalente a R$ 19 mil), mas Sue conta que Deus provê de maneiras inesperadas.

Hoje as maiores necessidades do ministério são a oração e doação de Bíblias, ela disse. Cerca de 500 detentos aguardam exemplares das Escrituras.

* Sobrenomes retidos por motivos de segurança

Fonte: Guiame

Após ser declarado morto, menino volta à vida e relata experiência com o céu

Previous article

Os mandamentos que todo marido deve cumprir

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Missões